Coletivo Preserva Ilhéus | O poder da sociedade civil organizada em Ilhéus consolida vitórias em defesa da cidade

O Coletivo Preserva Ilhéus, que reúne as organizações da sociedade civil e particulares em defesa da cidade, tem colecionado vitórias por meio das ações jurídicas e representações que vem promovendo nos últimos dois anos.

No último dia 1° de junho, o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia confirmou a decisão da Juíza Substituta da Vara da fazenda Pública de Ilhéus, Dra. Carine Nassri, que acatou o pedido de suspensão da construção de Estações Elevatórias de Esgoto na Praça São João Batista e Praça Mãe Laura Sandoyá (Maramata), ambas localizadas no bairro Pontal, zona sul de Ilhéus, em Ação Civil Pública promovida pelas organizações que compõem o coletivo.

Quanto à defesa do patrimônio histórico-arquitetônico da cidade, a Superintendência de Patrimônio da União – SPU, em resposta à representação promovida pelo movimento junto ao Ministério Público Federal , afirmou que promoverá a rescisão  do contrato de cessão de uso firmado entre a União Federal e o Município de Ilhéus que deixou em abandono o casarão da Conselheiro Dantas (situado em frente ao Supermercado Alana) , elemento fundamental do nosso patrimônio que atualmente encontra-se em ruínas.

É importante ressaltar que todo o trabalho realizado pelo Movimento Preserva Ilhéus é voluntário. Essa é a força da sociedade civil! Voemos juntos! Preserva Ilhéus!

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de e-mail

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.