back to top
InícioMUNDOBandidos Encapuzados Interrompem Programa ao Vivo no Equador: Presidente Declara Estado de...
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Bandidos Encapuzados Interrompem Programa ao Vivo no Equador: Presidente Declara Estado de Exceção

Bandidos com capuz interrompem transmissão ao vivo no Equador
O presidente equatoriano decretou estado de exceção em resposta à fuga do líder do maior cartel do país.

Durante uma transmissão ao vivo da TC, emissora de televisão equatoriana, indivíduos armados e com capuz invadiram o palco, forçando os funcionários a deitarem enquanto o programa continuava no ar.

Posteriormente, algumas dessas pessoas encapuzadas foram vistas deixando o palco acompanhadas de alguns funcionários. Este incidente ocorreu em meio a uma série de sequestros de policiais e explosões, um dia após o presidente Daniel Noboa declarar estado de exceção.

A Polícia Nacional, por meio das redes sociais, comunicou que suas unidades especializadas foram enviadas para a localização a fim de lidar com a situação emergencial. O estado de exceção foi uma medida em resposta à fuga de Adolfo Macias, conhecido como Fito, líder do grupo criminoso Los Choneros. Outros incidentes prisionais recentes, incluindo a tomada de guardas como reféns, também contribuíram para a decisão do presidente.

Fito, cumprindo pena de 34 anos por homicídios e roubos, era conhecido por ameaçar o candidato a presidente Fernando Villavicencio, que foi morto durante o processo eleitoral.

Após a fuga de Fito de uma prisão regional em Guayaquil, o presidente Daniel Noboa decretou estado de exceção no país para conter a escalada da violência, seja pela gangue dos Choneros ou por conflitos com gangues rivais, como Los Lobos.

Veja Também  Cacau chega a 5000 libras/tonelada na bolsa de Londres | Brasil fecha arroba a R$ 420,00

A polícia e o exército do Equador mobilizaram mais de 3.000 homens na busca por Fito, cujo paradeiro permanece desconhecido até o final da tarde desta terça-feira.

A facção criminosa liderada por Fito, Los Choneros, teve início como um grupo de assassinos de aluguel no final dos anos 1990, expandindo suas atividades para o tráfico de drogas e roubos desde então. No Equador, são considerados a primeira facção a se associar a uma organização criminosa estrangeira, o cartel de Sinaloa do México, contando com aproximadamente 12.000 membros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

POST SEMELHANTES

aconteceu

MAIS VISTOS