back to top
InícioHOSPITAL MATERNO-INFANTIL DR. JOAQUIM SAMPAIODia D de combate a Dengue marca a terça-feira no Materno-Infantil na...
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Dia D de combate a Dengue marca a terça-feira no Materno-Infantil na campanha “O combate começa aqui”

O Dia D de combate ao mosquito da dengue mobilizou hoje (12) colaboradores e pacientes do Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, com ações de prevenção e eliminação de focos do mosquito Aedes Aegypti. Com o tema “O Combate começa aqui”, o Núcleo de Educação Permanente do hospital, unidade que é uma obra do Governo da Bahia administrada pela Fundação Estatal Saúde da Família (FESF SUS), promoveu, pela manhã, em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde, a distribuição de repelentes entre gestantes e puérperas, doadas pelo Núcleo Regional de Saúde Sul.

Outras iniciativas como jogos lúdicos explicando a necessidade de se combater o mosquito, diálogos de consciência e prevenção nas salas de espera marcaram o dia que contou ainda com a presença do “Mosquitão”, personagem do Aedes Aegypti, gentilmente cedido pela Secretaria Municipal de Saúde, que também enviou sua equipe de técnicos para participar da iniciativa. Como mais uma maneira para informar a população quanto os ciclos de vida do mosquito, foi montada uma exposição de larvas que mostrava as medidas eficientes de combate desde o ovo, a larva, a pupa (estágio intermediário entre a larva e o adulto) e adulto.

Veja Também  Pastor Isaque Valverde | “Até Ver a Tua Glória” | 18 de Março | Shekinah Ilhéus | 19:00h

Epidemia

Dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) apontam que a Bahia tem 175 municípios em estado de epidemia de Dengue. Outros 67 estão em risco e 18 em alerta. São 45.386 casos prováveis da doença até o dia 9 de março de 2024, marcando um aumento de 307,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Mosquito da Dengue - Aedes aegypti
Mosquito da Dengue – Aedes aegypti

Estudo revela que as populações com menos condições de saneamento básico, de moradia digna, de emprego, de educação e de acesso à saúde, estão mais vulneráveis à disseminação da doença. O vírus do tipo DEN1 é o que mais afeta os brasileiros, sendo visto como o mais explosivo dos quatro e pode causar grandes epidemias em um curto prazo. O Hospital Materno-Infantil realiza uma campanha envolvendo equipes e pacientes, atendendo a uma orientação da Sesab.

Capacitação e Manejo Clínico

Internamente, a equipe também vem se preparando para atender a demanda de casos confirmados com realização de palestras voltadas à equipe técnica sobre “Capacitação e Manejo Clínico da Dengue”. Na última sexta-feira, o infectologista Gustavo Cunha e a enfermeira Jailma Carvalho, coordenadora da Vigilância Epidemiológica, falaram para os profissionais plantonistas. O público que estava em atividade na unidade, teve este encontro na recepção principal do HMIJS. Mas o hospital disponibilizou para a equipe folguista, uma hora antes do evento, um link para participação da atividade de forma online.

Veja Também  Cacau NY atinge novo recorde US$ 6343,50 dólares | SACA DE CACAU é negociada a R$ 1740,00 na Bahia

O Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio foi inaugurado em dezembro de 2021 pelo Governo da Bahia. Todo o projeto do hospital está baseado na humanização do cuidado, nos direitos da mulher e da criança e na consolidação do Sistema Único de Saúde. O hospital é um dos mais modernos do Brasil e foi projetado para atender a todos os municípios da região de Ilhéus e de Valença, no baixo-sul do Estado. Mas já recebe pacientes de todas as regiões da Bahia

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

POST SEMELHANTES

aconteceu

MAIS VISTOS