back to top
InícioINDÍGENASDesocupação em Potiraguá tem ao menos 1 mulher indígena morta, 1 pessoa...
spot_img
spot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_img

Desocupação em Potiraguá tem ao menos 1 mulher indígena morta, 1 pessoa flechada e 2 baleados

Com informações do https://www.bnews.com.br/

A indígena Maria de Fátima Muniz de Andrade, conhecida como “Nega Pataxó”, morreu neste domingo (21) após contronto entre indígenas e fazendeiros que tentaram retomar terreno em Potiraguá, região Sul da Bahia. Ela recebeu atendimento no Hospital de Potiraguá. O cacique Naílton e um integrante do movimento Invasão Zero seguem internados.

Equipe da Polícia Militar apreendeu armas, flechas e foice com os envolvidos no confronto  |   Bnews - Divulgação Divulgação / SSP
Equipe da Polícia Militar apreendeu armas, flechas e foice com os envolvidos no confronto | Bnews – Divulgação Divulgação / SSP

Equipes da Polícia Militar apreenderam quatro armas de fogo na manhã deste domingo (21), após o confronto entre os fazendeiros do movimento intitulado Invasão Zero e indígenas. 

Durante o embate, além de Nega Pataxó, que não resistiu, o cacique Nailton foi atingido por disparo de arma de fogo. Um ruralista, que não teve o nome divulgado pela Secretaria da Segurança Pública, foi atingido por flecha. Eles foram levados à unidade hospitalar que fica a 20 quilômetros do local do confronto.

Com dois homens apontados como integrantes do grupo Invasão Zero, os PMs apreenderam duas pistolas, dois revólveres, carregadores e munições. Flecha e foice encontradas no local também foram recolhidas. A dupla e as armas de fogo foram apresentadas na Delegacia Territorial (DT) de Itapetinga.

A Secretaria da Segurança Pública determinou reforço do patrulhamento na região com unidades territoriais e especializadas da PM. Equipes da Polícia Civil também estão na região coletando depoimentos, possíveis imagens, entre outros indícios.

Veja Também  Assista agora: Marcelo Barreto no Ilhéus POD + sobre Segurança Pública de Ilhéus

———

Um trágico conflito entre indígenas e fazendeiros na região de Itapetinga, próxima da divisa com Potiraguá, resultou na morte de uma mulher indígena identificada como Índia Nega Pataxó. O incidente ocorreu durante uma ação de desocupação de uma fazenda que havia sido invadida por um grupo intitulado indígenas.

Centenas de fazendeiros se reuniram na ponte do Rio Pardo na manhã deste domingo (21) para dar início à ação de desocupação da fazenda de seu Américo, que havia sido invadida por esse grupo durante a madrugada de ontem, sábado (20). Segundo relatos, os invasores estavam armados e expulsaram os vaqueiros da propriedade rural.

O confronto ocorrido durante a ação de reintegração de posse resultou em duas pessoas baleadas e uma atingida por flecha. De acordo com informações coletadas pela nossa reportagem, uma mulher que fazia parte do grupo indígena foi atingida por um disparo de arma de fogo na região do abdômen.

Infelizmente, a vítima, identificada como Índia Nega Pataxó, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Esse trágico episódio ressalta a tensão e os conflitos que envolvem a disputa por terras entre indígenas e fazendeiros em várias regiões do Brasil.

As autoridades locais e órgãos responsáveis estão investigando o incidente para determinar as circunstâncias exatas do confronto e tomar as medidas necessárias para garantir a segurança e a paz na região. É crucial que os conflitos fundiários sejam abordados de maneira pacífica e respeitosa, visando a proteção dos direitos de todas as partes envolvidas.

Veja Também  Tribunal Eleitoral Libera Ações Judiciais Contra Sergio Moro por Abuso Econômico nas Eleições no Paraná

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

POST SEMELHANTES

aconteceu

MAIS VISTOS