back to top
InícioGOVERNO DA BAHIAMenino que sofria bullying e aguardava há quatro anos por cirurgia tem...
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Menino que sofria bullying e aguardava há quatro anos por cirurgia tem procedimento realizado em 15 minutos no Materno-Infantil

O menino T.F., agora com seis anos, passou quatro anos esperando por um procedimento cirúrgico, que durou 15 minutos, no Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus. O hospital é uma obra do Governo da Bahia administrado pela Fundação Estatal Saúde da Família (FESF SUS).

Desde os dois anos, ele convivia com dificuldades na fala. “A gente não entendia o que ele dizia e ele passou até aqui por muito bullying na escola”, lembra a mãe. T.F tinha um “freio lingual” e necessitou passar por uma frenectomia, que é a remoção do freio, possibilitando que a língua execute os movimentos corretos e melhore consideravelmente a qualidade da fala.

O cirurgião buco-maxilo-facial Maurício Porto revela que a intervenção foi um sucesso. A próxima etapa é o acompanhamento de um fonoaudiólogo. A frenectomia é um procedimento cirúrgico que traz alívio e melhorias significativas na qualidade de vida, especialmente das crianças.

Compromisso

Domilene Borges, diretora-geral do HMIJS, explica que apesar de o hospital ainda não estar credenciado para esta especialidade de cirurgia eletiva, a FESF viabilizou a parceria com o médico responsável pela intervenção, ao ceder o seu Centro Cirúrgico para a realização do procedimento.

Veja Também  Vitória do SINSEPI e dos servidores municipais! Prefeitura aprova novo plano de cargos e salários em ilhéus

Diminuição de fila

A proposta é contribuir cada vez mais com a diminuição das filas de espera por cirurgias eletivas consideradas simples pelo Sistema Único de Saúde na Bahia. Outras parcerias do gênero já foram realizadas com sucesso pelo HMIJS.

Com dois anos e quatro meses de inaugurado, o Hospital Materno-Infantil é uma referência no interior do estado. A gestão utiliza instrumentos gerenciais que possibilitam melhor eficiência e eficácia na prestação de serviços de saúde, tendo como diretrizes a gestão por resultado, educação permanente, apoio institucional e a valorização do trabalhador.

O Hospital Materno Infantil Dr. Joaquim Sampaio conta com 105 leitos, destinados à obstetrícia, à gestação de alto risco, pediatria clínica, UTI pediátrica, UTI neonatal e centro de parto normal, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências, com funcionamento 24 horas e acesso por demanda espontânea e referenciada de parte significativa da região sul da Bahia. O investimento do estado é de aproximadamente 40 milhões de reais, entre obras e equipamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

POST SEMELHANTES

aconteceu

MAIS VISTOS