back to top
InícioDENÚNCIAArtistas de Ilhéus denunciam irregularidades no cumprimento da Lei Paulo Gustavo
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Artistas de Ilhéus denunciam irregularidades no cumprimento da Lei Paulo Gustavo

Artistas e fazedores de cultura de Ilhéus vieram a público através de redes sociais parar denunciar irregularidades nos processos da Lei Paulo Gustavo (edital nº 03/2023). Esta lei, destinada a ser um farol de esperança para os artistas locais em meio aos desafios da pandemia, transformou-se em uma fonte de frustração e incerteza. Editais culturais lançados pela Prefeitura Municipal de Ilhéus prometiam impulsionar a cena artística local, mas, segundo os denunciantes, tornaram-se uma fonte de atrasos e possíveis fraudes.

Com quatro editais lançados, incluindo premiações e projetos variados, a expectativa era de que os pagamentos aos artistas habilitados fossem efetuados até o final de abril, já que os projetos devem ser executados até dezembro de 2024. No entanto, o cronograma previamente estabelecido teria sido descumprido sem explicações plausíveis. Um investimento total de R$ 3,862 bilhões por parte do governo federal, destinado ao setor cultural, parece não ter sido devidamente canalizado para os artistas de Ilhéus, onde um montante significativo de R$ 1,4 milhão está em disputa.

Os artistas denunciam também supostas fraudes nos projetos do edital 03, destinado aos projetos audiovisuais, o qual concentra os maiores recursos. Enquanto isso, os artistas e produtores culturais contemplados pela Lei Paulo Gustavo aguardam ansiosamente pelo repasse dos valores prometidos pela Prefeitura de Ilhéus. Em meio ao impasse, projetos estão parados e sonhos adiados.

Veja Também  Vanessa da Mata e Simone Lessa em show marcante no Dia Internacional da Mulher em Ilhéus!

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, artistas ilheenses expressam sua indignação e preocupação com a situação. “Até então, os artistas estão sendo prejudicados e até tiveram, por enquanto, seus projetos cancelados por denúncia de fraude de alguns participantes do edital”, afirma um dos artistas. “qual o sentido de impedir que todos os projetos sejam realizados por conta de denuncias que aconteceram em apenas um deles, que interesses estão segurando o recurso dos fazedores e fazedoras de cultura de ilhéus” completa outro artista. A ausência de atividades culturais voltadas para a população ilheense levanta questões sobre o compromisso da cidade em ser uma referência cultural na Bahia e no Brasil.

Assista o vídeo na íntegra :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

POST SEMELHANTES

aconteceu

MAIS VISTOS