back to top
InícioCACAU E CHOCOLATEPreço Recorde do Cacau e baixa produção vão deixar o Chocolate caro
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Preço Recorde do Cacau e baixa produção vão deixar o Chocolate caro

Mercado de cacau entra em pânico com preços em recorde pelo nono dia consecutivo

Por Maytaal Angel

LONDRES (Reuters) – Os preços mundiais do cacau atingiram novos recordes pelo nono dia consecutivo nesta sexta-feira, deixando os participantes do mercado em pânico, pois a escassez de oferta está se tornando sistêmica e vai se estender pela quarta temporada consecutiva, se não for além.

O aumento do preço também deve afetar ainda mais os bolsos dos consumidores de chocolate, uma vez que os fabricantes de chocolate já esgotaram seus estoques da matéria-prima comprada a menor custo antes, segundo especialistas do setor.

A Hershey, grande fabricante de chocolates, disse na quinta-feira que espera que os preços históricos do cacau limitem o crescimento de seus lucros este ano, em meio a uma desaceleração ainda maior da demanda por seus produtos mais caros.

“O pânico já está muito presente no mercado, mas, potencialmente, podemos subir ainda mais”, disse o analista do Rabobank Paul Joules.

“Para mim, o risco real é a próxima temporada. Quando tivermos safras no segundo trimestre, se a contagem for baixa, as pessoas vão questionar se isso é sistêmico”, acrescentou.

Veja Também  Cacau em Alta: Como a Valorização nas Bolsas de Nova York Impacta os Produtores Brasileiros | Saca de Cacau deveria estar R$ 2.496,18

Joules explicou que as doenças que atualmente afetam os cacaueiros na principal região produtora da África Ocidental são muito piores do que nos últimos anos, e que não há outro tratamento além de cortar as árvores e replantá-las.

Os futuros do cacau da ICE London atingiram um recorde de 4.916 libras por tonelada métrica mais cedo na sexta-feira, mas fecharam abaixo da máxima com ganho de 2,1%, a 4.757 libras. Os preços mais do que dobraram desde o início do ano passado.

Em Nova York, os futuros de cacau da ICE atingiram um novo recorde de 6.030 dólares por tonelada na sexta-feira, tendo quase dobrado desde o início do ano passado. O contrato fechou com ganho de 1,4%, a 5.888 dólares.

Uma pesquisa da Reuters sobre cacau na semana passada previu um déficit global de 375.000 toneladas na temporada 2023/24, mais do que o dobro do indicado na pesquisa anterior, em agosto, e marcando o terceiro déficit consecutivo do mercado.

Os negociantes disseram que, apesar dos altos preços recordes, os vendedores de cacau físico se retiraram em grande parte do mercado, deixando-o com um problema contínuo de liquidez.

Em outras commodities “softs”, o açúcar bruto subiu 0,2%, a 24,02 centavos de dólar por libra-peso, enquanto o açúcar branco permaneceu pouco alterado, a 665,50 dólares por tonelada.

café arábica fechou em alta de 5,65 centavos, ou 3%, a 1,915 dólar por libra-peso, e o café robusta subiu 3,5%, a 3.217 dólares a tonelada.

Veja Também  Produtores de Cacau do Sul da Bahia Revolucionam Mercado com Técnicas de Fermentação Especializada para Chocolates Finos

Fonte: https://br.investing.com/news/stock-market-news/mercado-de-cacau-entra-em-panico-com-precos-em-recorde-pelo-nono-dia-consecutivo-1207262

4 COMENTÁRIOS

  1. Que delícia de post! Com dicas incríveis e receitas
    irresistíveis, é uma leitura obrigatória para os amantes de
    bolos. Parabéns pela criatividade e habilidade na elaboração
    deste conteúdo saboroso. Continue adoçando nossos dias
    com suas inspirações culinárias!

  2. Este post é uma verdadeira descoberta gastronômica!
    Recheado de informações úteis e receitas tentadoras, é um
    guia indispensável para explorar o mundo da tapioca.
    Parabéns pela riqueza de conteúdo e pela abordagem
    envolvente. Continue nos surpreendendo com suas
    criações deliciosas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

POST SEMELHANTES

aconteceu

MAIS VISTOS